Conselho Gestor Viela da Paz discute a situação das obras

Conselho Gestor Viela da Paz

No último dia 18 de abril, o Conselho Gestor da Viela da Paz se reuniu na EMEF  Prof. Alípio Correa Neto, onde foi discutido a lista da demanda de retorno para as próximas 128 unidades habitacionais (Condomínio B e E) que tem previsão de entrega este ano. Os critérios para retorno sempre foram discutidos junto com a comunidade nas reuniões mensais que são os seguintes: mulheres chefe de família, famílias com maior número de membros, e por data de saída, respeitando a data do Auto de Interdição e o Termo de Compromisso Habitacional, relativo as primeiras famílias que saíram, pois estas ainda não tinham cadastro e tampouco o aluguel social, sabendo que 3% das unidades são reservadas para pessoas idosas e mais 3% são reservadas para pessoas portadoras de deficiências. Outros assuntos  discutidos foram a composição do Conselho Gestor, a situação do TAC (Termo de Ajustamento e Conduta, onde é preciso ser discutido entre Conselho Gestor, Secretaria de Habitação e Ministério Público), a situação do muro que está sendo construído em frente ao Condomínio E,  obra que já será cancelada e ordenada a demolição do muro, segundo informação do senhor Mario, representante da Prefeitura Regional do Butantã, onde relatou que em reunião que houve, neste mesmo dia na parte da manhã,  entre os membros do Conselho Gestor: Carmen Caballeria, Francisco Elson e Adilsom Ferreira juntamente com o Prefeito Regional Paulo Vitor ficou decidido que no dia 19 de abril, às 7h30, será realizada uma vistoria e ordenada a demolição do muro. Foi comentado também sobre a demolição e invasão da sede da Associação Civil Sociedade Alternativa, situação preocupante,  pois isto pode prejudicar e atrasar e até impedir a imissão de posse (ato judicial que da posse do imóvel à prefeitura).

Projeto de Urbanização da Viela da Paz

A Sociedade Alternativa atuou e atua incansavelmente para o desenvolvimento e concretização do Projeto de Urbanização e Regularização Fundiária da Viela da Paz. A área da comunidade era para sofrer reintegração de posse e restituir a sua forma original, que no caso era simplesmente uma praça e colocar 1331 famílias na rua. Com a luta da Sociedade Alternativa e uma comissão de moradores, conseguimos reverter este quadro e desenvolver um projeto que beneficie todas estas famílias e o entorno na comunidade. Acompanhe a página Viela da Paz.